Arquivo da tag: construtivismo

Livro usado pelo MEC ensina a falar errado

Há uma corrente neo-construtivista da educação que defende a tolerância com a “norma popular” da língua falada. Este livro do MEC vai mais longe, ele fundamenta e defende a não necessidade da norma culta para o português e ensina as crianças como falar errado.

ULTIMO SEGUNDO – PODER ON LINE | Livro didático de língua portuguesa adotado pelo MEC (Ministério da Educação) ensina aluno do ensino fundamental a usar a “norma popular da língua portuguesa”.

O volume Por uma vida melhor, da coleção Viver, aprender, mostra ao aluno que não há necessidade de se seguir a norma culta para a regra da concordância. Os autores usam a frase “os livro ilustrado mais interessante estão emprestado” para exemplificar que, na variedade popular, só “o fato de haver a palavra os (plural) já indica que se trata de mais de um livro”. Em um outro exemplo, os autores mostram que não há nenhum problema em se falar “nós pega o peixe” ou “os menino pega o peixe”.

Ao defender o uso da língua popular, os autores afirmam que as regras da norma culta não levam em consideração a chamada língua viva. E destacam em um dos trechos do livro: “Muita gente diz o que se deve e o que não se deve falar e escrever, tomando as regras estabelecidas para norma culta como padrão de correção de todas as formas lingüísticas”.

E mais: segundo os autores, o estudante pode correr o risco “de ser vítima de preconceito linguístico” caso não use a norma culta. O livro da editora Global foi aprovado pelo MEC por meio do Programa Nacional do Livro Didático.

Inclusão

Os autores cunham o termo “preconceito lingüístico” almejando criar uma “classe” de exluídos, dominados e dominadores com base nas normas lingüísticas. Parece almejarem criar mais um conflito na sociedade, entre os da norma culta e os da norma popular, para fomentar, como sempre, uma luta de classes em escala cultural.